22 julho 2009

Idade mental.



Um dia desses dormi na casa de uma amiga, e uma de nossas conversas de luzes apagadas foi sobre minha idade, as duas, a cronológica e a mental.

Meu atual, ex, ou futuro affair descobriu minha idade após dois anos, ficou visivelmente pasmo. Ele achava que eu tinha 22, onde na verdade tenho 18, e o mais chocante era que na época que nos conhecemos eu tinha, 16. Foi até engraçado, ele disse que fisicamente até podia ser, mas minha cabeça era muito mais madura. Contando essa mesma história a Spolladore, ela me disse que eu tinha mentalmente uns 367 anos.

Na verdade, eu sempre me senti assim. Sempre achei minha mente muito a frente do meu corpo e isso sempre me incomodou bastante. Eu queria coisas que pessoas novas cronologicamente como eu, não podiam ter. Eu entendia coisas que adolescentes como eu, não deveriam, ou não queriam saber.

Aos 10 anos, já havia escolhido minha profissão. Aos 13 anos, jurei amor eterno, desejei alguém como meu marido, e sabia de todas as responsabilidades que isso me traria.

Claro que não casei, porém estou cursando o curso que queria. Casaria com 19 incompletos anos sem muito problema, sinto-me preparada pra tudo isso, casa, marido, trabalho, filhos, escola. Mesmo sem ter vivido nada e tendo muito que aprender, como qualquer pessoa mais velha me diria.

Na verdade isso tudo é muito esquisito, agora, porque acabo não me achando em lugar algum. Estou a beira dos 19 e é um tanto assustador. Por que parece mais, entende? Foi esse o ponto inicial da conversa a luzes apagadas. Ela mandava eu párar de dizer isso, e eu dizia que era o que sentia.

No São João fui para Gravatá, cidade do interior de Pernambuco, o são joão é super badalado, porém a velha aqui chegou na festa, passou 1 hora e queria voltar. Queria ficar em casa, quem sabe um founde, o friozinho da serra, um livro, uma tv, esse tipo de coisa. Não tenho mais saco de sair sempre, para as baladas da vida e voltar de manhã, às vezes é legal, mas não sempre. Agora que posso dirigir, quando eu encher da festa só é voltar pra casa.

Já me perdi completamente...
"Velho, velho, velho, velho, velho, velho Harry."
Esperando meus, assustadores, 368 anos.

5 comentários:

BaH disse...

Na verdade te vejo oscilante:
Ora 367, ora 7.

*Mentira que ele só descobriu agora?
Num digo que ele é retardado. ¬¬

Érica Neves disse...

Já eu digo quem tem 7 anos aqui, ok?

Érica Neves disse...

ahh, e digo quem é retardado(a) aqui!

maya.spoladore disse...

Spoladore só tem um L '.'
E eu assino embaixo.

Milton Raulino disse...

Pois é. Acabamos sofrendo mais por sermos naturalmente envelhecido... Apesar de que às vezes o saldo é positivo, pois sabemos como aproveitar melhor a vida. Enfim, tem prós e contras. De qualquer forma, seja benvinda ao asilo!

Pages