03 maio 2009

Problema, tristeza, ou solução? (Não necessariamente nessa ordem.)




Deveria existir palavras, que fossem simples, para descrever minha tristeza. Minha tristeza não me faz visitas de médico. Minha tristeza assinou um contrato de aluguel com meu corpo, e deixou em aberto o tempo da estada.
Tem dias que nem parece que ela mora comigo, penso até que ela foi embora (sem pagar), mas, do nada, sem motivo aparentes, ela volta e me deixa, ...triste.









Triste.









Triste.









Provavelmente muitos pensam, que a tristeza chegou porque o amor foi embora. Mas, não é só porque ele foi embora. Ele foi?
Está muito além do que eu consiga explicar, expressar.
O fato do amor ter alugado um apartamento no prédio ao lado, ajuda o sentimento da tristeza, mas não é a real razão do seu estabelecimento, mas, uma das causas, admito.
Eu admito tantas coisas pra mim, mas não tem mudado nada.





Nada.





Nada.





Acho que essa aula eu faltei. Sempre preguei que admitir pra si o problema, era o primeiro passo para resolvê-lo. Mas, não tem resolvido, ou talvez, não tenha admitido tudo. Porém não sei mais o que admitir, e talvez aí esteja o problema.
Talvez o problema, seja maior que os problemas que eu as vezes ajudo a resolver, ou aqueles que eu sei admitir, e raciocinar.
Talvez meu problema, seja um problema. E eu, tenho medo que seja.

12 comentários:

CarOl disse...

Entrei pra imprimir um treco pra minha mãe (sabe como é mãe e tecnologia né?) Entrei no seu blog e vi essa mensagem tão triste!! A foto vou nem comentar!! Olha tenta tirar essa iquilina dae, pode ficar assim não érica!!
frase alá Marisa Monte:
"o mundo é bom a felicidade até existe!!!" (acho que é assim)aouhaouh
Olha eu acredito que existem dias felizes e dias MENOS felizes, e não triste!!
fica bem viu?!
bjus
obs: botei as fotinhas no meu blog, se isso anima!!:P

disse...

admitir a existência de um problema faz parte da solução do mesmo. [eu acho]

"Tristeza é bom pq el nos mostra que não somos heróis, mas meslhor ainda e andar de mãos dadas com a felicidade."

ihhhh.. to filosofando demais!

CarOl disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
CarOl disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
CarOl disse...

bá seus conselhos ultimamente estão tão filosóficos!!! Amei!!

Érica Neves disse...

melhor foi Carol com os 3 últimos comentários, todos iguais, mas ela apagou dois e escreveu a mesma coisa no terceiro.

Érica Neves disse...

ah Bárbara, eu também acho.

disse...

Já dizia o Poeta:
hahayÊ

CarOl disse...

kkkkkkkkk
não, é que a concordancia tava errada, aaah sei lá, kda doido com sua mania!! hahahaha
bjuus

maya.spoladore disse...

adimitir o problema não ajuda. dá no mesmo, simplesmente. É, voltei a ser pessimista.

O Som e o Sentido disse...

adimitir o problema não ajuda. dá no mesmo, simplesmente. é, voltei a ser pessimista. [2]
o bom é a nossa tentativa inútil de nos ajudarmos, e quando olhamos fundo nos olhos umas das outras (eu, você e may) acabamos encontrando a mesma falta de esperança que existe em nós. e assim, aquela chama que estava começando a pensar em acender, desiste de vez.

Érica Neves disse...

ai meu Deus. Credo.
minhas teorias psicológicas continuam acreditando que admitir é uma solução. apenas exite dias, e dias.

Pages